TRANSLATE THIS HOMEPAGE TO YOUR LANGUAGE

Qual o objetivo essencial, exclusivo, do espiritismo? Programa 1


Para ouvir o áudio do programa dos dias 27 e 30 de maio de 2012, clique no "PLAY" da figura abaixo:




PARA BAIXAR O PROGRAMA NO SEU COMPUTADOR, CLIQUE = >   A Q U I

I.            dIVISÃO DAS MATÉRIAS CONTIDAS NOS EVANGELHOS

Allan Kardec, em O Evangelho Segundo o Espiritismo (Introdução, item I), elucida-nos que as matérias contidas nos Evangelhos podem ser divididas em cinco partes: os milagres; as predições; as palavras que serviram para o estabelecimento dos dogmas da Igreja; o ensinamento moral; os atos comuns da vida do Cristo.

Quatro dessas divisões são, corajosamente, estudadas nas - cerca de - trinta obras publicadas pelo Codificador do Espiritismo.

Nada obstante, para fins didáticos, poder-se-ia atribuir uma obra Kardeciana para o estudo de cada parte, a saber:

a)   Os milagres: analisados e explicados na obra “A Gênese, Os Milagres e as Predições Segundo o Espiritismo”;

b)  As predições: analisadas e explicadas na obra “A Gênese, Os Milagres e as Predições Segundo o Espiritismo”;

c)   As palavras que serviram para o estabelecimento dos dogmas da Igreja: analisadas e explicadas na obra “O Céu e o Inferno ou A Justiça Divina Segundo o Espiritismo”.

d)  O ensinamento moral: desenvolvido no livro “O Evangelho Segundo o Espiritismo”;

e)   Os atos comuns da vida do Cristo: Não por acaso, Allan Kardec não desenvolveu os aspectos históricos e historiográficos da vida de Jesus de Nazaré em nenhuma de suas obras.

O espiritismo é uma doutrina cientifica e filosófica, com consequências morais e religiosas. Veio restabelecer o cristianismo ao seu sentido puramente espiritualista. Não é objetivo de o espiritismo concorrer com as ciências, mormente as ciências históricas. Cabe à ciência desvelar os atos comuns da vida do Cristo.

II.         Objetivo Providencial das Manifestações Espíritas

“50. O objetivo providencial das manifestações é convencer os incrédulos de que, para o homem, tudo não se acaba com a vida terrestre, e de dar, àqueles que creem, ideias mais justas sobre o futuro.

Os bons espíritos vêm nos instruir tendo em vista o nosso melhoramento e o nosso progresso, e não para nos revelar o que ainda não devemos saber, ou o que devemos aprender com o nosso esforço. Se fosse suficiente interrogar os espíritos para obter a solução de todas as dificuldades científicas, ou para fazer descobertas e invenções lucrativas, todo ignorante poderia se tornar sábio a um preço muito baixo e todo preguiçoso poderia enriquecer sem trabalho; é o que Deus não quer que aconteça.

Os espíritos ajudam o homem de talento pela inspiração oculta, mas não o isentam do trabalho nem das pesquisas a fim de lhe deixar o mérito.” Allan Kardec - “O Que é o Espiritismo.” Capítulo II – Objetivo Providencial das Manifestações Espíritas – Item 50

III.      REVELAÇÕES ESPIRITUAIS PERTINENTES AO CAMPO CIENTÍFICO

Os espíritos não vêm para livrar o homem do trabalho, do estudo e das pesquisas; eles não lhe fornecem nenhuma ciência inteiramente pronta, e o que o homem pode descobrir por si mesmo, eles deixam entregue às suas próprias forças.

Os espíritas, hoje, sabem disso perfeitamente. Há muito tempo a experiência demonstrou o erro da opinião que atribuía aos espíritos todo o saber e toda a sabedoria, ou que seria suficiente dirigir-se ao primeiro espírito vindo para se conhecer todas as coisas. Saídos da humanidade, os espíritos são uma das suas faces, e, como na Terra, há entre eles os superiores e os vulgares; muitos deles, portanto, científica e filosoficamente, sabem menos do que certos homens. Eles dizem o que sabem, nem mais, nem menos. Como entre os homens, os espíritos mais adiantados podem nos instruir sobre mais coisas, dar-nos opiniões mais judiciosas do que os atrasados. Pedir conselhos aos espíritos não é, de maneira alguma, recorrer a potências sobrenaturais, mas a seus iguais, àqueles mesmos a quem se teria recorrido em vida, a parentes, amigos, ou a indivíduos mais esclarecidos do que nós.

Eis do que é necessário que todos se convençam e o que ignoram aqueles que, não tendo estudado o Espiritismo, fazem uma ideia completamente falsa sobre a natureza do mundo dos espíritos e das relações com o além-túmulo.” ALLAN KARDEC. A Gênese, os Milagres e as Predições segundo o Espiritismo – cap. I – Item 60

IV.       OBJETIVO EXCLUSIVO DO ESPIRITISMO

”Não esqueçais que o objetivo essencial, EXCLUSIVO, do Espiritismo, é o vosso melhoramento e é, para o alcançardes que é permitido aos Espíritos iniciar-vos na vida futura, oferecendo-vos exemplos de que podeis aproveitar. Quanto mais vos identificardes com o mundo que vos espera, menos saudades sentireis daquele em que estais agora. Em suma, este é o objetivo atual da revelação.”

O Livro dos Médiuns, 292. Perguntas sobre a destinação dos Espíritos, segunda parte, cap. XXVI.

V.          Os bons espíritos não poderiam nos ajudar, trazendo as notícias históricas, os fatos históricos, e as exatas palavras proferidas por Jesus?

Por mais surpreendente que possa parecer, a resposta seria: não cabe aos espíritos trazerem essas revelações históricas.

VI.       A FUNDAMENTAÇÃO PARA NOSSA ASSERTIVA SERÁ DISCUTIDA NO PRÓXIMO PROGRAMA.

Qual o objetivo do espiritismo?





Importância Estratégica das Sinagogas para o Ministério de Jesus (programa 6) : Lucas cap 4 vers. 15 - Exibido em 13 e 16 de maio de 2012


BÍBLIA. Português. Bíblia de Jerusalém. Nova edição rev. e ampl. São Paulo: Paulus, 2002. 3 a. Impressão: 2004.

# O Evangelho Segundo Lucas 4:14-30 p. 1794-5

Jesus inaugura sua pregação

14 Jesus voltou então para a Galileia, com a força do Espírito, e sua fama espalhou-se por toda a região circunvizinha.

15 Ensinava em suas sinagogas e era glorificado por todos.

PARA BAIXAR O PROGRAMA NO SEU PC, CLIQUE>>> AQUI

# Mateus cap. 6

2Por isso, quando deres esmola, não te ponhas a trombetear em público, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, com o propósito de serem glorificados pelos homens.

5E quando orardes, não sejais como os hipócritas, porque eles gostam de fazer oração pondo-se em pé nas sinagogas e nas esquinas, a fim de serem vistos pelos homens.

# Mateus cap. 9

— 35Jesus percorria todas as cidades e povoados ensinando em suas sinagogas e pregando o Evangelho do Reino, enquanto curava toda sorte de doenças e enfermidades.

# Mateus cap. 10

— 17Guardai-vos dos homens: eles vos entregarão aos sinédrios e vos flagelarão em suas sinagogas.

# Mateus cap. 23

1Jesus então dirigiu-se às multidões e aos seus discípulos: 2"Os escribas e fariseus estão sentados na cátedra de Moisés. 3Portanto, fazei e observai tudo quanto vos disserem. Mas não imiteis as suas ações, pois dizem, mas não fazem. 4Amarram fardos pesados e os põem sobre os ombros dos homens, mas eles mesmos nem com um dedo se dispõem a movê-los. 5Praticam todas as suas ações com o fim de serem vistos pelos homens. Com efeito, usam largos filactérios e longas franjas. 6Gostam do lugar de honra nos banquetes, dos primeiros assentos nas sinagogas,

# Marcos cap. 1

21Entraram em Cafarnaum e, logo no sábado, forem à sinagoga. E ali ele ensinava. 22Estavam espantados com o seu ensinamento, pois Ele os ensinava como quem tem autoridade e não como os escribas.

39E foi por toda a Galileia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios

# Marcos cap. 31

E entrou de novo na sinagoga, e estava ali um homem com uma das mãos atrofiada. 2E o observavam para ver se o curaria no sábado, para o acusarem. 3Ele disse ao homem da mão atrofiada: “Levanta-te e vem aqui para o meio”. 4E perguntou-lhes: “É permitido, no sábado, fazer o bem ou fazer o mal? Salvar a vida ou matar?” Eles, porém, se calavam. 5Repassando estão sobre eles um olhar de indignação. E entristecido pela dureza do coração deles, disse ao homem: “Estende a mão”. Ele a estendeu, e sua mão estava curada. 6Ao se retirarem, os fariseus com os herodianos imediatamente conspiraram contra ele sobre como o destruiriam.

# Marcos cap. 5

21E de novo, Jesus atravessando de barco para o outro lado, uma numerosa multidão O cercou e Ele se deteve à beira-mar. 22Aproximou-se um dos chefes da sinagoga, cujo nome era Jairo, e vendo-O, caiu a seus pés.

# Marcos cap. 6

1Saindo dali, foi para a sua pátria e os seus discípulos o seguiram. 2Vindo o sábado, começou Ele a ensinar na sinagoga e numerosos ouvintes ficavam maravilhados, dizendo: “De onde lhe vem tudo isto? E que sabedoria é esta que lhe foi dada? E como se fazem tais milagres por sua mãos? 3Não é este o carpinteiro, o filho de Maria, irmão de Tiago, José, Judas e Simão? E as suas irmãs não estão aqui entre nós?”

# Lucas cap. 4

Jesus em Nazaré — 16Ele foi a Nazara, onde fora criado, e, segundo seu costume, entrou em dia de sábado na sinagoga e levantou-se para fazer a leitura. 17Foi-lhe entregue o livro do profeta Isaías; abrindo-o, encontrou o lugar onde está escrito: 18O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar a remissão aos presos e aos cegos a recuperação da vista, para restituir a liberdade aos oprimidos 19e para proclamar um ano de graça do Senhor. 20Enrolou o livro, entregou-o ao servente e sentou-se. Todos na sinagoga olhavam-no, atentos. 21Então começou a dizer-lhes: "Hoje se cumpriu aos vossos ouvidos essa passagem da Escritura".

# Lucas cap. 13

Cura da mulher encurvada, em dia de sábado10Ora, ele estava ensinando numa das sinagogas aos sábados. 11E eis que se encontrava lá uma mulher, possuída havia dezoito anos por um espírito que a tornava enferma; estava inteiramente recurvada e não podia de modo algum endireitar-se.12Vendo-a, Jesus chamou-a e disse: "Mulher, estás livre de tua doença", 13e lhe impôs as mãos. No mesmo instante, ela se endireitou e glorificava a Deus. 14O chefe da sinagoga, porém, ficou indignado por Jesus ter feito uma cura no sábado e, tomando a palavra, disse à multidão: "Há seis dias para o trabalho; portanto, vinde nesses dias para serdes curados, e não no dia de sábado!

# João cap. 6

57Assim como o Pai, que vive, me enviou e eu vivo pelo Pai, também aquele que de mim se alimenta viverá por mim, 58Este é o pão que desceu do céu. Ele não é como o que os pais comeram e pereceram; quem come este pão viverá eternamente". 59Assim falou ele, ensinando na sinagoga em Cafarnaum. 60Muitos de seus discípulos, ouvindo-o, disseram: "Essa palavra é dura! Quem pode escutá-la?" 61Compreendendo que seus discípulos murmuravam por causa disso, Jesus lhes disse: "Isto vos escandaliza? 62E quando virdes o Filho do Homem subir onde estava antes?. . .

Importância Estratégica das Sinagogas para o Ministério de Jesus (programa 5) : Lucas cap 4 vers. 15 - Exibido em 06 e 09 de maio de 2012



PARA BAIXAR ESSE ESTUDO NO SEU COMPUTADOR CLIQUE => A Q U I





BÍBLIA. Português. Bíblia de Jerusalém. Nova edição rev. e ampl. São Paulo: Paulus, 2002. 3 a. Impressão: 2004.

# O Evangelho Segundo Lucas 4:14-30 p. 1794-5

Jesus inaugura sua pregação

14 Jesus voltou então para a Galileia, com a força do Espírito, e sua fama espalhou-se por toda a região circunvizinha.

15 Ensinava em suas sinagogas e era glorificado por todos.

Jesus em Nazaré

16 Ele foi a Nazara, onde fora criado, e, segundo seu costume, entrou em dia de sábado na sinagoga e levantou-se para fazer a leitura.

17 Foi-lhe entregue o livro do profeta Isaías; desenrolou-o, encontrou o lugar onde está escrito:

18 O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou pela unção para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos presos e aos cegos a recuperação da vista, para restituir a liberdade aos oprimidos

19 e para proclamar um ano de graça do Senhor.

20 Enrolou o livro, entregou-o ao servente e sentou-se. Todos na sinagoga olhavam-no, atentos.

21 Então começou a dizer-lhes: "Hoje se cumpriu aos vossos ouvidos essa passagem da Escritura".

22 Todos testemunhavam a seu respeito, e admiravam-se das palavras cheias de graça que saíam de sua boca. E diziam: "Não é o filho de José?"

23 Ele, porém, disse: "Certamente me citareis o provérbio: Médico, cura-te a ti mesmo. Tudo o que ouvimos dizer que fizeste em Cafarnaum, faze-o também aqui em tua pátria".

24 Mas em seguida acrescentou: "Em verdade vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria.

25 De fato, eu vos digo que havia em Israel muitas viúvas nos dias de Elias, quando por três anos e seis meses o céu permaneceu fechado e uma grande fome devastou toda a região;

26 Elias, no entanto, não foi enviado a nenhuma delas, exceto a uma viúva, em Sarepta, na região de Sidônia.

27 Havia igualmente muitos leprosos em Israel no tempo do profeta Eliseu; todavia, nenhum deles foi purificado, a não ser o sírio Naamã".

28 Diante dessas palavras, todos na sinagoga se enfureceram.

29 E, levantando-se, expulsaram-no para fora da cidade e o conduziram até um cimo da colina sobre a qual a cidade estava construída, com a intenção de precipitá-lo de lá.

30 Ele, porém, passando pelo meio deles, prosseguia seu caminho...

# Jesus surpreende o povo ao demonstrar robustos conhecimentos sobre o hebraico erudito (do Torá) e sobre a interpretação das Escrituras Sagradas do Judaísmo

EVANGELHO SEGUNDO MATEUS Capítulo 13 vers. 53 ao 56 —Quando Jesus acabou de proferir essas parábolas, partiu dali e, dirigindo-se para a sua pátria, pôs-se a ensinar as pessoas que estavam na sinagoga, de tal sorte que elas se maravilhavam e diziam: "De onde lhe vêm essa sabedoria e esses milagres? Não é ele o filho do carpinteiro? Não se chama a mãe dele Maria e os seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas? E as suas irmãs não vivem todas entre nós? Donde então lhe vêm todas essas coisas?"

EVANGELHO SEGUNDO MARCOS capitulo 6 vers. 1 ao 3 - Visita a Nazaré — Saindo dali, foi para a sua pátria e os seus discípulos o seguiram. Vindo o sábado, começou Ele a ensinar na sinagoga e numerosos ouvintes ficavam maravilhados, dizendo: “De onde lhe vem tudo isto? E que sabedoria é esta que lhe foi dada? E como se fazem tais milagres por sua mãos? Não é este o carpinteiro, o filho de Maria, irmão de Tiago, José, Judas e Simão? E as suas irmãs não estão aqui entre nós?” E escandalizavam-se dEle.

# Exemplos sobre como Jesus se utilizava dos exemplos da vida na comunidade das Sinagogas para ensinar o povo a pensar e a discernir, e – por conseguinte - a viver:

Mateus cap. 6 - 2 Por isso, quando deres esmola, não te ponhas a trombetear em público, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, com o propósito de serem glorificados pelos homens. 5 E quando orardes, não sejais como os hipócritas, porque eles gostam de fazer oração pondo-se em pé nas sinagogas e nas esquinas, a fim de serem vistos pelos homens.

Mateus cap. 9 -— 35 Jesus percorria todas as cidades e povoados ensinando em suas sinagogas e pregando o Evangelho do Reino, enquanto curava toda sorte de doenças e enfermidades.

Mateus cap. 10 — 17 Guardai-vos dos homens: eles vos entregarão aos sinédrios e vos flagelarão em suas sinagogas.

Mateus cap. 23 1 Jesus então dirigiu-se às multidões e aos seus discípulos: 2" Os escribas e fariseus estão sentados na cátedra de Moisés. 3 Portanto, fazei e observai tudo quanto vos disserem. Mas não imiteis as suas ações, pois dizem, mas não fazem. 4 Amarram fardos pesados e os põem sobre os ombros dos homens, mas eles mesmos nem com um dedo se dispõem a movê-los. 5 Praticam todas as suas ações com o fim de serem vistos pelos homens. Com efeito, usam largos filactérios e longas franjas. 6 Gostam do lugar de honra nos banquetes, dos primeiros assentos nas sinagogas,

Marcos cap. 1 - 21 Entraram em Cafarnaum e, logo no sábado, forem à sinagoga. E ali ele ensinava. 22 Estavam espantados com o seu ensinamento, pois Ele os ensinava como quem tem autoridade e não como os escribas. 39 E foi por toda a Galileia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios.

ENCICLOPÉDIA DA BÍBLIA, organizada por John Drane


Caros amigos.

Gostaria de recomendar a excelente Enciclopédia da Bíblia, organizada por John Drane, que poderá ser encontrada nas grandes livrarias, como as Livraria Saraiva e da Travessa, por exemplo.

No entanto, vocês poderão Consultar e ler a Enciclopédia da Bíblia aqui mesmo no blog!

A imagem abaixo não é apenas uma figura, mas sim uma janela para acessar essaa Enciclopédia, que está hospedada no "Google Livros".

Bastar clicar na barra de rolagem ("setinhas") da figura abaixo, e as páginas do livro se abrirão para leitura.

Caso a janela apareça "em branco", clique em "conteúdo", no topo dessa figura, e a enciclopédia será carregada no blog novamente.





Bons estudos, fraternal abraço, Fabiano


***

Dúvidas, críticas e sugestões?

Dúvidas, críticas e sugestões?
Mande um e-mail para mim, clicando no link abaixo

Seguidores do Site (clique em "seguir" para ser informado sobre novas postagens no blog)

Visualizações do blog desde julho/2010