TRANSLATE THIS HOMEPAGE TO YOUR LANGUAGE

O Pensamento dos Historiadores

Uma das maiores autoridades, no Brasil e no mundo, sobre História do Cristianismo. Para ouvir, meditar e pesquisar.





1 - KARDEC, Allan: O Evangelho segundo o Espiritismo. Introdução. III. NOTÍCIAS HISTÓRICAS

Para compreender melhor algumas passagens dos Evangelhos, é necessário conhecer o valor de certas palavras, que neles são empregadas freqüentemente e que caracterizam a situação da sociedade judaica e dos costumes naquela época.

Essas palavras, não tendo mais, para nós, o mesmo sentido, muitas vezes foram mal interpretadas e, por isso mesmo, criaram muitas dúvidas. A compreensão do seu significado explica, além disso, o verdadeiro sentido de certas máximas que, à primeira vista, parecem estranhas.

2 - KARDEC, Allan: O Evangelho segundo o Espiritismo: CAPÍTULO XXIII
ESTRANHA MORAL

3. Certas palavras, aliás muito raras, atribuídas ao Cristo, fazem tão singular contraste com o seu modo habitual de falar que, instintivamente, se lhes repele o sentido literal, sem que a sublimidade da sua doutrina sofra qualquer dano. Escritas depois de sua morte, pois que nenhum dos Evangelhos foi redigido enquanto ele vivia, lícito é acreditar-se que, em casos como este, o fundo do seu pensamento não foi bem expresso, ou, o que não é menos provável, o sentido primitivo, passando de uma língua para outra, há de ter experimentado alguma alteração. Basta que um erro se haja cometido uma vez, para que os copiadores o tenham repetido, como se dá freqüentemente com relação aos fatos históricos.

A língua hebraica não era rica e continha muitas palavras com várias significações.
Tal, por exemplo, a que no Gênese, designa as fases da criação: servia, simultaneamente, para exprimir um período qualquer de tempo e a revolução diurna. Daí, mais tarde, a sua tradução pelo termo dia e a crença de que o mundo foi obra de seis vezes vinte e quatro horas. Tal, também, a palavra com que se designava um camelo e um cabo, uma vez que os cabos eram feitos de pêlos de camelo. Daí o haverem-na traduzido pelo termo camelo, na alegoria do buraco de uma agulha.

Cumpre, ao demais, se atenda aos costumes e ao caráter dos povos, pelo muito que influem sobre o gênio particular de seus idiomas. Sem esse conhecimento, escapa amiúde o sentido verdadeiro de certas palavras. De uma língua para outra, o mesmo termo se reveste de maior OU menor energia. Pode, numa, envolver injúria ou blasfêmia, e carecer de importância noutra, conforme a idéia que suscite. Na mesma língua, algumas palavras perdem seu valor com o correr dos séculos. Por isso é que uma tradução rigorosamente literal nem sempre exprime perfeitamente o pensamento e que, para manter a exatidão, se tem às vezes de empregar, não termos correspondentes, mas outros equivalentes, ou perífrases.
Estas notas encontram aplicação especial na interpretação das Santas Escrituras e, em particular, dos Evangelhos. Se se não tiver em conta o meio em que Jesus vivia, fica-se exposto a equívocos sobre o valor de certas expressões e de certos fatos, em conseqüência do hábito em que se está de assimilar os outros a si próprio. Em todo caso, cumpre despojar o termo odiar da sua acepção moderna, como contrária ao espírito do ensino de Jesus. (Veja-se também o cap. XIV, nº 5 e seguintes.)

3 - KARDEC, Allan: O Evangelho segundo o Espiritismo: CAPÍTULO XIV
HONRAI A VOSSO PAI E A VOSSA MÃE

6. Singulares parecem algumas palavras de Jesus, por contrastarem com a sua bondade e a sua inalterável benevolência para com todos. Os incrédulos não deixaram de tirar daí uma arma, pretendendo que ele se contradizia. Fato, porém, irrecusável é que sua doutrina tem por base principal, por pedra angular, a lei de amor e de caridade. Ora, não é possível que ele destruísse de um lado o que do outro estabelecia, donde esta conseqüência rigorosa: se certas proposições suas se acham em contradição com aquele princípio básico, é que as palavras que se lhe atribuem foram ou mal reproduzidas, ou mal compreendidas, ou não são suas.

Os 40 dias Perdidos de Jesus



Caro amigo, o documentário acima "Jesus e os 40 dias perdidos" se refere aos dias após a crucificação em que - segundo consta no livro ATOS DOS APÓSTOLOS - Jesus teria ressurgido e convivido com Seus discípulos e seguidores.


ATOS DOS APOSTOLOS- 1 Prólogo — (1)Compus meu primeiro relato, ó Teófilo, a respeito de todas as coisas que Jesus fez e ensinou desde o início, (2)até o dia em que foi arrebatado, depois de ter dado instruções aos apóstolos que escolhera sob a ação do Espírito Santo. (3)Ainda a eles, apresentou-se vivo depois de sua paixão, com muitas provas incontestáveis: DURANTE QUARENTA DIAS APARECEU-LHES E LHES FALOU do que concerne ao Reino de Deus.

Para o estudo e a interpretação não só do documentário como também de ATOS 1:1-3, recomendo o livro A GÊNESE, OS MILAGRES E AS PREDIÇÕES SEGUNDO O ESPIRITISMO, de Allan kardec, capítulo XV: "Aparição de Jesus após a Sua Morte" e "Desaparecimento do corpo de Jesus".

Para ler os referidos capítulos, clique nos links abaixo.



Revista Jesus Histórico e sua Recepção - Ano V [2012] - volume 9

 

Caros leitores, a excelente "Revista Jesus Histórico", editada por André Leonardo Chevitarese, Professor Doutor do Departamento de História da UFRJ, publicou um interessante estudo sobre o "João Batista Histórico": "BANDIDO, PROFETA OU MESSIAS? A BUSCA PELO JOÃO BATISTA HISTÓRICO E SUAS MÚLTIPLAS PERSPECTIVAS".

 Para acessar o artigo clique aqui neste link.

 
 

ENCICLOPÉDIA DA BÍBLIA, organizada por John Drane


Caros amigos.

Gostaria de recomendar a excelente Enciclopédia da Bíblia, organizada por John Drane, que poderá ser encontrada nas grandes livrarias, como as Livraria Saraiva e da Travessa, por exemplo.

No entanto, vocês poderão Consultar e ler a Enciclopédia da Bíblia aqui mesmo no blog!

A imagem abaixo não é apenas uma figura, mas sim uma janela para acessar essaa Enciclopédia, que está hospedada no "Google Livros".

Bastar clicar na barra de rolagem ("setinhas") da figura abaixo, e as páginas do livro se abrirão para leitura.

Caso a janela apareça "em branco", clique em "conteúdo", no topo dessa figura, e a enciclopédia será carregada no blog novamente.





Bons estudos, fraternal abraço, Fabiano


***

Dúvidas, críticas e sugestões?

Dúvidas, críticas e sugestões?
Mande um e-mail para mim, clicando no link abaixo

Seguidores do Site (clique em "seguir" para ser informado sobre novas postagens no blog)

Visualizações do blog desde julho/2010